sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Setembro Azul


Escolas estaduais de Minas vão desenvolver atividades em comemoração ao 

Setembro Azul


A Secretaria de Estado de Educação (SEE) aderiu este ano às comemorações do “Setembro Azul”, uma proposta da comunidade surda brasileira que incentiva a realização de diferentes atividades com foco na valorização dos surdos e da Língua Brasileira de Sinais (Libras).  Entre os dias 23 e 30 de setembro, todas as escolas da rede estadual de ensino são convidadas a realizarem atividades sobre a temática.

Nós sugerimos para as escolas algumas atividades, desde palestras envolvendo pessoas surdas da comunidade ou representantes de associações de surdos. Pode ser também uma boa opção a exibição de filmes com a temática abordada, minicursos de Libras básico para estimular os alunos a aprenderem a Libras, caminhadas e contação de histórias em Libras. O nosso objetivo é difundir a Libras na comunidade escolar, reconhecer a Libras como língua oficial da pessoa surda e dar maior visibilidade a essas pessoas”, explica a diretora da Diretoria de Educação Especial, Ana Regina Carvalho.

Minas Gerais conta sete mil estudantes surdos matriculados em escolas da rede estadual de ensino. Para a comunicação em Libras desses estudantes são necessários 1.108 intérpretes. O mês de setembro foi escolhido porque conta com três datas comemorativas importantes: dia 10 de setembro é comemorado o Dia Mundial das Línguas de Sinais; dia 26 o Dia Nacional do Surdo e 30 de setembro Dia Internacional dos Surdos. Já a cor azul foi escolhida como símbolo do “Orgulho Surdo” para homenagear todos os surdos que morreram durante o Holocausto.

Ações na rede estadual.

Desde o início de 2015, a Secretaria de Estado de Educação vem direcionando esforços para o fortalecimento da educação de surdos no Estado. Foi criado no mês de março de 2015 um grupo de trabalho destinado a promover estudos relativos à Educação Bilíngue (Educação em Libras como primeira Língua –L1- e em Língua Portuguesa como segunda Língua –L2) para alunos surdos da rede estadual de ensino.

O grupo contou com representantes da Diretoria de Educação Especial da SEE, do Centro de Capacitação de Profissionais de Educação e Atendimento às Pessoas com Surdez (CAS) BH e do Movimento Bilíngue de Educação de Surdos.

A coordenadora do grupo e diretora da Diretoria de Educação Especial, Ana Regina de Carvalho, destaca que a parceria estabelecida “contribui para o bom entendimento das demandas do Movimento e da realidade do atendimento oferecido pela Secretaria”.

Também houve a ampliação do atendimento dos Centros de Capacitação de Profissionais de Educação e Atendimento às Pessoas com Surdez (CAS). Este ano, foi implantado um CAS em Diamantina e outro em Uberaba, sendo assim a SEE passou a ter cinco Centros.
Os CAS têm por objetivo trabalhar propostas para a educação de surdos. Eles trabalham no aspecto da formação continuada dos professores, oferecendo cursos de Libras e de Língua Portuguesa como segunda língua para estudantes surdos. Neles também, são produzidos materiais didáticos acessíveis ao estudante surdo como vídeos didáticos em língua de sinais, além da capacitação de professores de Atendimento Educacional Especializado (AEE). A Secretaria conta também com CAS nos municípios de Belo Horizonte, Montes Claros, Varginha.

Em 2016, a SEE também implantou o Módulo II do curso de Libras no CAS de Belo Horizonte.

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Passeio no Shopping e no Zoológico

Passeio no Shopping e no Zoológico

Na sexta-feira (02/09/2016) a alunos da Educação Integral, profissionais da Educação e alguns responsáveis fizeram um lindo passeio na cidade de Belo Horizonte. 


Veja mais foto na "aba" 
O que aconteceu, vira notícia aqui!




terça-feira, 23 de agosto de 2016

Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla acontece até dia 28




Começa nesta terça-feira (21) e vai até e a o dia 28 a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, promovida pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), com programação em pelo menos 11 estados e no Distrito Federal. O tema da edição deste ano é “Em busca de igualdade. Estamos aqui!”.
Entre as principais ações da semana está a veiculação de uma campanha na TV, rádio e mídia impressa com o objetivo de sensibilizar sobre o tema. Confira material da campanha. 
A programação da semana inclui palestras, passeatas, visitações às escolas, torneios esportivos e culturais, rodas de conversa e excursões. Veja aprogramação de eventos da Semana em outros estados.
A programação conta, ainda, com a I Exposição de Artes Visuais, que será instalada entre 21 e 30 de agosto, na Câmara dos Deputados, em Brasília, com telas produzidas por pessoas com deficiência intelectual e múltipla atendidas nas Apaes de todo o País. As obras falam sobre valores e conceitos que contribuem para a inclusão e a cidadania dessa parcela da sociedade brasileira. 

De acordo o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), há 45,6 milhões de brasileiros que declararam ter alguma deficiência, sendo que 2,6 milhões disseram ter mental ou intelectual.

FONTE: http://www.brasil.gov.br/cidadania-e-justica/2012/08/comeca-nesta-terca-21-a-semana-nacional-da-pessoa-com-deficiencia-intelectual-e-multipla

Representações Folclóricas


Trabalhadas na disciplina de Arte  da Professora Luiza, Séries Finais do Fundamental e Ensino Médio.

Com o objetivo de explorar ao máximo a capacidade de pesquisa elencada a criatividade próprias dos alunos e alunas, a professora Luiza com seu jeito único, transforma de maneira natural, conceitos artísticos sofisticados em aprendizagem e resultado.


Escolas estaduais promovem “Semana Escola em Movimento”

Até o próximo sábado, todas as escolas da rede estadual discutirão suas avaliações externas e internas para propor ações pedagógicas.

De hoje (22) até sábado (27), todas as 3.655 escolas da rede estadual de Minas Gerais vão realizar a Semana Escola em Movimento, iniciativa que será dedicada à discussão sobre os processos de avaliação externa e interna realizados por meio do Sistema Mineiro de Avaliação e Equidade da Educação Pública (Simave). O objetivo é proporcionar um momento de diálogo, reflexão e planejamento pedagógico coletivo que esteja em sintonia com os princípios de gestão democrática e permanência dos estudantes na escola. Além disso, a Semana Escola em Movimento será uma oportunidade para a comunidade escolar começar a planejar suas ações para a Virada Educação Minas Gerais 2016, que será realizada no dia 17 de setembro.

A Semana Escola em Movimento será realizada durante três momentos. O primeiro será dedicado à análise dos resultados do Simave. Durante a semana passada, todas as escolas estaduais receberam da Secretaria de Educação os seus resultados específicos das avaliações externas realizadas em 2015: os resultados do Proalfa, focado em alunos em fase de alfabetização, e do Proeb, focado no desempenho em Matemática e Língua Portuguesa.Este primeiro momento da Semana envolverá diretores, especialistas e professores. Os professores de Língua Portuguesa e Matemática, junto aos especialistas, compartilharão com o restante dos educadores uma análise pedagógica dos resultados das avaliações externas, que serão analisados a partir dos seguintes eixos: Direito à aprendizagem; Gestão democrática e participativa; Fortalecimento do trabalho coletivo e Relação da Escola com a Comunidade.

No segundo momento, chamado “Construindo um olhar coletivo sobre a avaliação e a garantia do direito à aprendizagem”, os estudantes serão envolvidos na discussão, com o objetivo de se apropriarem dos resultados e colaborarem com propostas. Neste momento, cada escola elaborará pelo menos uma proposta de ação pedagógica em cada um dos eixos da Semana Escola em Movimento.
Por fim, o terceiro momento, “Ações mobilizadoras para uma escola em movimento”, tem como objetivo compartilhar as discussões com a comunidade escolar, com especial atenção às famílias. Neste momento, haverá a definição das ações para o dia da Virada Educação Minas Gerais 2016, construída com a participação de todos.
Para a superintendente de Avaliação Educacional da Secretaria de Educação, Geniana Faria, para que as avaliações de desempenho tenham sentido, é preciso que sejam apropriadas pelos alunos e pela comunidade escolar. “A comunidade precisa ter uma nova visão sobre as avaliações. Não é apenas o resultado de proficiência de uma escola que importa, mas a gestão participativa, o relacionamento entre escola e comunidade, o acesso e a permanência do jovem à escola”. Ela explica ainda que, para traçar ações pedagógicas eficazes a partir das avaliações, é preciso ir além dos resultados objetivos. “Este ano, além dos resultados de proficiência, estamos apresentando às escolas as habilidades que os alunos ainda não adquiriram. A partir do conhecimento destas fragilidades, a escola e a comunidade pode propor ações específicas para desenvolver estas habilidades.”
Além das avaliações externas, também serão consideradas com o mesmo grau de importância as avaliações internas aplicadas por cada escola, de acordo com os seus próprios projetos pedagógicos, como provas, trabalhos e outras atividades.
Entenda o Simave
O Sistema Mineiro de Avaliação e Equidade da Educação (Simave) foi idealizado com vistas ao levantamento de informações acerca do desempenho dos estudantes do Ensino Fundamental e Médio do sistema público de educação do Estado em avaliações externas: Programa de Avaliação da Alfabetização (Proalfa) e Programa de Avaliação da Rede Pública de Educação Básica (Proeb).
O Proalfa é uma avaliação anual e censitária para alunos do 3º ano do Ensino fundamental para avaliar o desempenho dos estudantes em procedimentos de Leitura. Já o Proeb avalia competências expressas pelos alunos do Ensino Fundamental e Médio em Língua Portuguesa e Matemática. As provas abrangem toda a rede pública – escolas estaduais e municipais.
A partir de 2015, o Simave passou por algumas mudanças, a inclusão da avaliação em outras etapas de ensino: além do 5 º e 9 º anos do Ensino Fundamental e do 3 º ano do Ensino Médio, a avaliação passou a abranger também o 7 º ano do EF e o 1 º ano do EM, proporcionando uma melhor análise do processo de aprendizagem dos estudantes.
Fonte: https://www.educacao.mg.gov.br/component/gmg/story/8213-escolas-estaduais-promovem-semana-escola-em-movimento

Últimas notícias



Veja algumas fotos do que aconteceu nesses dias em nossa Escola. 

Karaokê

Dia da Beleza

Campeonato Interno

Click na aba

"O que aconteceu, vira notícia aqui !!!"